Pular para o conteúdo principal

A informação como um recurso estratégico

Para entender o valor que um processo bem definido de gerenciamento da informação pode trazer para a empresa, é preciso primeiro entender que a informação é um recurso estratégico tão importante quanto o capital e o trabalho. A informação e a tecnologia da informação são também recursos a serem desenvolvidos juntamente com o capital, mão-de-obra e outros recursos envolvidos na definição, execução, controle e ação de uma estratégia.

Apesar de todo o investimento em dinheiro e tempo gastos na elaboração de estratégias, a maioria das empresas acaba produzindo estratégias extremamente semelhantes. Todas estão interessadas em alta qualidade, produtos de baixo custo para atender ou exceder as exigências dos clientes, e todas reconhecem a atração reduzida de uma concorrência baseada exclusivamente em preço, e, assim, a maioria das empresas se esforçam para obter valor adicional para justificar preços e margens mais elevados.

Até certo ponto, o papel da informação na estratégia de uma organização, independente do seu estágio (definição, execução, controle e ação), é simplesmente uma questão de perspectiva. Para entender o que estou querendo dizer, vamos imaginar uma instituição de crédito ao consumidor 'XYZ'. Podemos considerar esta empresa como sendo um intermediário financeiro, e sua estratégia deveria preocupar-se com questões de financiamento de curto, médio e longo prazo, tipos de empréstimos e assim por diante. Desse ponto de vista a informação é um subproduto do fluxo de capital dos mercados para os consumidores. O que a empresa não possui nesse caso é um reconhecimento explícito dos componentes da informação sobre o seu empreendimento. Por outro lado, se a empresa se preocupa com a informação, o enfoque principal passa a ser a disponibilidade de informação, vantagem comparativa que a informação da empresa oferece em relação à concorrência e capacidade de seus profissionais que serão necessárias para tirar proveito dessa informação. Nessa perspectiva, o fluxo de capital torna-se um subproduto do fluxo de informação. Cabe ressaltar aqui que a informação não se deprecia da mesma forma que os bens de capital. Em algumas circunstâncias o valor da informação é eterno: ela será tão valiosa amanhã quanto hoje. Em outras circunstâncias, o valor de alguns tipos de informação pode cair a zero quase que instantaneamente quando determinados eventos ocorrerem. A expressão "Tão inútil quanto as notícias de ontem" tem nesse contexto um significado real.

Muitas empresas ainda não consideram absolutamente a informação como um recurso estratégico. E um número cada vez maior considera a informação como um recurso relevante apenas no controle das estratégias para medir o desempenho da organização em relação ao que foi planejado. No entanto, é necessário que as empresas percebam o valor que a informação pode adicionar às estratégias desde o início e comecem a elevar ao mesmo nível de outros recursos vitais. Para isso é necessário buscar através de um processo de gerenciamento da informação as facilidades para a criação, coleta, sumarização, acesso e reporte das informações necessárias para suportar as estratégias da empresa.

Em meu próximo artigo falarei dos benefícios de uma iniciativa de gerenciamento da informação e apresentar sugestões para aperfeiçoar a coleta de dados e o uso da informação em toda a organização.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(T) Como indexar uma tabela Fato - (Best Practice)

A base de qualquer projeto de bi é ter um bom dw/data mart. Podemos falar em modelagem star-schema durante dias, sem falar nas variações do snowflake, mas o objetivo principal deste artigo é apontar algumas negligências que tenho percebido no tratamento da tabela fato. Tabela esta que é o principal pilar da casa que reside um modelo star-schema.

Ouço muitas vezes os clientes reclamando do desempenho das consultas enviadas contra o seu dw/data mart, ou do tempo de resposta das análises solicitadas ao bi. Isto é realmente inaceitável, não só numa perspectiva de implantação do projeto, mas também de desempenho da entrega das informações.

Como eu mencionei anteriormente o meu objetivo neste artigo, é alertar sobre a importância da indexação da tabela fato: o que deveria ser, porque é necessário, porque chaves compostas são boas e más, e porque você deveria se preocupar com isso.

Então, vejamos:

|a| Indexação padrão (default):
De forma rápida, todas as colunas de chave estrangeira (FK) devem …

(A) Data Science in Practice with Python - Sample 2

In this post I'll explain what is a recommender system, how work it and show you some code examples. In my previous post I did a quick introduction:

Sample 2 - Recommender System

WHAT IS A RECOMMENDER SYSTEM? A model that filters information to present users with a curated subset of options they’re likely to find appealing.
HOW DOES IT WORK? Generally via a collaborative approach (considering user’s previous behavior) or content based approach (based on discrete assigned characteristics).

Now I'll get into in some concepts very important about recommender systems.

Recommender System in Details:

We can say that the goal of a recommender system is to make product or service recommendations to people. Of course, these recommendations should be for products or services they’re more likely to want buy or consume.

Recommender systems are active information filtering systems which personalize the information coming to a user based on his interests, relevance of the information etc.…

(T) Verificando a consistência de um repositório ou um Business Model no Oracle BI